Carregando Eventos

Evento

Prática de Cantos do Mundo – Módulo França

07

maio

20:00

Pratica de Cantos do Mundo – Módulo França

Inscrições: 
4 Módulos formado por 16 aulas: R$1.120,00 –Clique aqui
Módulos individuais formado por 4 aulas: R$300,00

Módulo Palestina – com Oula Al-Saghir – Clique Aqui
Módulo Indígena – com Marlui Miranda – Clique Aqui
Módulo África – com Leonardo Matumona (Congo) – Clique Aqui
Fale conosco: ethos@ethosprodutora.com.br

Descubra os segredos dos cantos do mundo no Curso de Prática de Cantos do Mundo com as renomadas cantoras do Mawaca e a Cia Coral Mawaca!

Os encontros são uma fusão perfeita entre o virtual e o presencial: as duas primeiras aulas acontecem de forma online, guiadas por Magda Pucci e Angélica Leutwiller. Em seguida, mergulhe na experiência presencial com nosso convidado especial, seguido por uma sessão final presencial com Cris Miguel e Zuzu Leiva.

Junte-se a nós todas as terças-feiras, das 20h às 21h30, no Estúdio Mawaca, localizado na Chácara Santo Antônio, São Paulo. Viva a música, viva a diversidade, viva a experiência única dos cantos do mundo! Reserve já o seu lugar e deixe-se envolver pelas melodias que ecoam além das fronteiras.

07/05 – Encontro virtual para aprendizado de canções Francesa  (Cris Miguel e Zuzu Leiva)
14/05 – Encontro virtual com apoio técnico vocal e repasse das músicas apreendidas (Angélica Leutwiller)
21/05 – Encontro presencial com convidada Roberto Moura  (Magda Pucci e Zuzu Leiva)
28/05 – Encontro presencial com repasse de todas as músicas ensinadas (Cris Miguel e Zuzu Leiva)

Módulo 3 – Cantos da França (Maio)

O mês de maio será dedicado à  França que  há muito tempo é considerada um centro europeu para a arte e música.  Nosso convidado especial, Roberto Moura, formado no método Feldenkrais pelo instituto IFELD de Lyon e conduzirá o encontro à partir de  sua experiência com  projetos artísticos ligados à voz e regência

07/05 – Encontro virtual para aprendizado de canções Francesa (Cris Miguel e Zuzu Leiva)
14/05 – Encontro virtual com apoio técnico vocal e repasse das músicas apreendidas (Angélica Leutwiller)
21/05 – Encontro presencial com convidada Roberto Moura  (Magda Pucci e Zuzu Leiva)
28/05 – Encontro presencial com repasse de todas as músicas ensinadas (Cris Miguel e  Zuzu Leiva)

Convidado: Roberto Moura (França)

Roberto Moura é cantor, professor de canto e educador do método Feldenkrais. Natural de Santos, SP, se muda para a Suiça em 1992 onde estuda canto no Conservatório de Lausanne e na Escola Cantorum de Basel. Formado no método Feldenkrais pelo instituto IFELD de Lyon, França. Em 2000 se instala na França, em Paris. Entre 2001 e 2014 trabalha como professor de canto, regente de coro e professor de Feldenkrais no Con- servatório de Bobigny. Em 2013 e 2014 trabalha como profes- sor de canto para o coro infantil da Rádio France. Em 2016 trabalhou como preparador vocal no musical « Garincha”di- rigido por Robert Wilson no Sesc em São Paulo. Em 2019 co- laborou no espetáculo de dança « République Zombie »dirigi- do por Nina Santes com residência no Palais de Chaillot e na Cartoucherie de Vincennes. Atualmente trabalha em projetos artísticos ligados à voz, teatro e dança na França e no Brasil

 

Informações sobre Professoras:

Magda Pucci

MAGDA PUCCI 

Musicista (arranjadora, compositora e intérprete), além de pesquisadora da música de vários povos há mais de vinte anos. É graduada em regência pela ECA-USP, mestre em antropologia pela PUC-SP e Doutora em Performance and Creative Arts pela Universidade de Leiden, na Holanda.
Dirige e produz o Mawaca, grupo que recria músicas de diferentes tradições do mundo, tendo já realizado turnês na Espanha, Alemanha, China, Portugal, Bolívia, Grécia e França. Produziu seis CDs e quatro DVDs do Mawaca, além de CDs de outros artistas. Esteve em contato com seis grupos da Amazônia com o Mawaca onde foram realizados intercâmbios com músicos Ikolen-Gavião (RO), Paiter Suruí (RO), Kambeba (AM), Huni Kuin (AC), Karitiana (RO) e Comunidade Bayaroá (AM). Também trabalhou com os Guarani Kaiowá no Mato Grosso do Sul no projeto “Música indígena no palco”.
Foi diretora musical da Orquestra Mediterrânea, junto a Carlinhos Antunes e Lívio Tragtenberg, projeto do Sesc que envolveu 21 músicos de países mediterrâneos e gerou um CD e um DVD. Desenvolveu vários projetos no Terceiro Setor, como Meninos do Morumbi, Ação Comunitária, Grupo de Refugiados no Sesc Carmo, entre outros. É coordenadora do espaço cultural Estúdio Mawaca, além de ministrar palestras, oficinas e cursos de músicas do mundo e de cultura indígena brasileira na EMBAP na UNESPAR e professora convidada no Instituto Singularidades.
É coautora com Heloisa Prieto dos livros De todos os cantos do mundo (Cia. das Letrinhas, 2008) e Contos Musicais (Leya, 2014). Com Berenice de Almeida, publicou
Outras terras, outros sons (Callis, 2003), A grande pedra (Formato, 2015) e A floresta canta: uma expedição sonora por terras indígenas do Brasil (Peirópolis, 2015) e Cantos da Floresta (Peirópolis, 2017).

 

Angelica Leutwiller

ANGÉLICA LEUTWILER 

Com formação que abrange canto lírico, artes cênicas, piano e regência, licenciou-se em música pela UNESP. Como regente, esteve à frente dos corais Pfizer, Maria Ward e do Banco Sudameris. Atuou como cantora e atriz na Cia Coral nos espetáculos Elsinore e João Pacífico (direção cênica de William Pereira), A Vida é Sonho (Gabriel Vilela) e Ato de Natal (Naum Alves de Souza), todos sob a direção musical de Samuel Kerr. Integra o Coral da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) desde sua fundação em 1994 e do grupo Mawaca desde 1997. Estimulada pela diversidade rítmica das várias culturas, iniciou seus estudos de percussão em 2004 tendo como professores Valéria Zeidan, Ari Colares, Eder O Rocha e Glen Velez, dedicando-se especialmente ao estudo dos frame drums e pandeiros xamânicos. Neste mesmo ano, formou, com Valeria Zeidan, o duo de Voz e Percussão Fogueira das Rosas. Como professora e idealizadora do projeto “Voz & Batuques”, desenvolve um trabalho de técnica vocal, ritmos e percussões do mundo  para crianças, jovens e adultos, através de um repertório multicultural.

 

Zuzu Leiva
Zuzu Leiva

ZUZU LEIVA

Atriz formada pelo Teatro Escola Macunaíma e Bacharel em Comunicação Social pela FAAP, Zuzu Leiva estudou canto popular com Roberto Anzai, canto indiano com Ratnabali Adhikari e danças étnicas como Dança do Ventre e Odissi e Kathak. Participou do curso Rhythm is the Cure com a percussionista e pesquisadora italiana Alessandra Belloni na Toscana. Como cantora, dançarina e atriz, Zuzu Leiva integra o grupo Mawaca, tendo realizado shows em diversos lugares do Brasil, na Espanha, Bolívia, Portugal, Alemanha, Grécia, França e China. No teatro participou de várias peças com destaque para “Péricles, o Príncipe de Tiro” e “Macbeth” (Shakespeare – direção: Ulysses Cruz), “Os Lusíadas” (Luís de Camões, direção: Marcio Aurélio), “Os Sete Gatinhos” (Nelson Rodrigues, direção: Alexandre Reinecke), “O Coração Abandonado pelo Budha” (texto e direção de Leo Lama), entre outros. Como autora e atriz protagonizou o espetáculo de esquetes de humor “Quem disse que Inês é morta?”(direção: Fabio Saltini – Supervisão: Ary França). Na televisão, participou da minissérie “Aquarela do Brasil” (direção: Jayme Monjardim), “A Festa do Nono” e “A Diarista” (direção: José Alvarenga); “Retrato falado” (direção: Luiz Villaça), todas da Rede Globo. No cinema participou do longa metragem “A Moça do Calendário”, (direção: Helena Ignez) entre outros. Zuzu também dá aulas e ministra oficinas de dança do ventre, dança indiana, danças étnicas e teatro, para todas as idades.

 

 

CRIS MIGUEL

Bonequeira, atriz, autora e contadora de histórias, instrumentista, cantora, dançarina e artesã. Estudou música na Faculdade de Artes do Paraná.

Desde 97 integra o grupo de músicas étnicas Mawaca, que desenvolve uma pesquisa com músicas de vários povos.

Fundadora da renomada Companhia Ópera na Mala, companhia que recebeu importantes prêmios e ajudou a popularizar o Teatro de Bonecos no Brasil difundindo-o com excelência nos meios televisivos. Autora e atriz do programa Baú de Histórias da TV Ratimbum e TV Cultura na qual foram gravados 80 programas de 2005 a 2009.

Atriz e roteirista do programa Caderninho Verde, programa da TV Cultura em parceria com a secretaria do meio ambiente que recebe prêmio de pelo Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza (IBDN) de Mérito Ambiental 2014 por sua contribuição em prol do meio ambiente e da proteção ambiental.

Realizou programas de histórias para crianças da rede pública de ensino através da empresa Letra e Ponto num total de 56 vídeos em 2020 e 34 vídeos em 2021/2022.

Participou de diversas turnês e festivais internacionais na Austria, Itália, Suiça, Croácia, Bósnia, Sérvia, Turquia, China, Bolívia, Argentina, Portugal, Bulgária, Hungria, Grécia, Montenegro, Russia, Ucrânia e Marrocos.

Ao lado de Danilo Tomic é fundadora do espaço cultural “Casa Passarinho”em São Paulo, onde administram cursos de bonecos e música e espetáculos. Tem em seu repertório 13 espetáculos de histórias, bonecos e música se apresentando em teatros, bibliotecas, escolas e Sescs do Brasil e pelo exterior.

Cris Miguel